domingo, 29 de agosto de 2010

Diário ─ capítulo 08

Olá, amigo Dias. Perdoe-me por ontem. Aquilo foi por que além de não ter nada pra dizer, estava realmente sem nada para dizer. Hoje eu pensei em falar sobre criatividade.
A minha criatividade é imensa. Criatividade, o que é? Depende do ponto de vista. Pra mim é a imagunação usada na prática. É a habilidade de criar. É uma habilidade ilimitada. Principalmente se comparada a qualquer outra habilidade. E pra mim é uma habilidade fora do normal. Por que? Ora, quando eu começo a usar minha criatividade ela aflora. E quando aflora tenho que fazer muito mais. Justamente pelo fato de minha criatividade não ter limite. Quando comecei meu blog achi que muita gente entraria. Mas descobri o oposto. Ninguém entra num blog desconhecido ou novo. Isto me deu um novo motivo para escrever o blog: pensar. E toda que penso tenho algo novo na cabeça.
Eu não ia falar sobre. Ia falar sobre criatividade, mas já que falei disso e parece ter a ver vou continuar... Quando escrevia, no início, eu queria que alguém visse o que fiz, o que construí. Aí veio o tempo e as mudanças. E descobri que não há nada de legal na minha cabeça que as pessoas queiram conhecer. E se tivesse eu não mostraria. Gostei de ter escrito o que eu penso. Na verdade adoro escrever o que penso. Espero que ninguém mais (que me conhece) saiba disso. Não falo nada de comprometedor e não guardo segredos.

Falando em segredos, sabe qual é a melhor maneira de se guardar um segredo? Não dá pra guardar pra sempre na cabeça. Mas pense: onde ninguém olha um segredo, ou guarda? Se eu escrevum livro e neste livro colocar um segredo meu que ninguém, ou melhor, que todo mundo quer saber, eu o guardaria no meio do livro entre tantas frases e tantos parágrafos. Isto faria com que a pessoa perdesse a paciência de procurar. Se, de outra forma, eu colocar o segredo no início ou no fm, será a primeira em que todos vão procurar. E aí, qual é a graça de guardar um segredo se as pessoas sabem onde ele está? Melhor do que este método de guardar segredo é o meu método de mentir. Mas isto é um segredo que eu não compartilho com ninguém. O meu método é meu. Precisei de alguns anos estudando fisionomia masculina, como autodidata, para descobrir como as pessoas os homens agem quando estão mentindo. Este é o meu segredo. Sei que alguém gostará de conhecê-lo. Alguém que não segue os preceitos da bíblia e das religiões.

Atualmente eu gosto de atuar. Sinceramente, como as pessoas são cegas. Como é que pode? Por que da pergunta? Simples. Já percebeu que ninguém percebe nada? Mesmo que se minta descaradamente mostrando que está mentindo? É... Mas não é por causa de mentira que eu falo isso. Já mudei de cabelo algumas vezes, nada que dê para perceber ou desconher uma pessoa. Ninguém viu a diferença. Eu deixei a barba crescer. E, depois de algum tempo, raspei. O que aconteceu? É óbvio, não? Gostaria de ser notado de vez em quando. E de ser aplaudido quando eu represento os meus textos feitos como atividade de sala de aula. Acho que isto é tudo o que eu posso dizer sobre criatividade ─ Ação de criar, mentir, formar e guardar segredos...

Gosto muito de criar coisas novas. Gostaria de saber como é que se programa um software qualquer. Criar meu própri jguinho e depois vender o sistema base para alguma mega empresa. Desenvolver um megavírus que vai daqui a todos os países do mundo extraindo R$ 1 a cada R$ 200por conta corrente e poupança. Sabe quanto dinheiro eu teria? Imagine só: uma quantidade imensa de contas correntes com uma taxa extra de um real (que vem para mim) e que aumenta na minha conta sem nenhuma desconfiança. Poderia comprar dois helicópteros, me aposentar aos 22 anos de idade e sair do país para onde quisesse num jatinho particular, comprar um país pequeno como a Venezuela, comprar a maioria das megaempresas, acabar com os políticos do Brasil, dar um carro pra cada pessoa no Brasil, abrir a UniVasp Matriz em Salvador e as filiais pelas maiores cidades do país, abrir meu sistema de Teletransporte público e muitas outras coisas que eu sonho e não posso fazer por causa da desgraça dos políticos brasileiros que fazem aumentar os impostos e impedir o crescimento sociopolítico e econômico do país, além de tomar o dinheiro do povo sem dar um salário digno e vida digna aos brasileiros.

Perdoe o erro acima. Eu me empolguei um pouco. Adoraria falar sobre tudo o que realmente vem a minha cabeça, porém não posso incitar a criminalidade (como juntar todos os políticos, dar um golpe no Brasil, fuzilar todos os presos culpados de traficantes, assaltantes, pedófilos, estrupadores, agressores, corruptores de menor, cafetões e assassinos ricos ou pobres além de políticos corruptos e maníacos), nem ao preconceito (fazer com que todo preso tenha escrito na caa quando culpado "Me mate!" ou "acabe comigo na porrada!", e marcar políticos corrutos nas mãos e nos olhos com tinta vermelha, e fazer com que todo traficante, cafetão e assaltante carregue uma corrente no pescoço para que todo mundo os pendure e dê uma surra até sair sangue pelos olhos. E assim não haveria problema algum.) e muito menos a ilegalidade (Ciaria minha seita secreta com o intuito de acabar com todo traficante, assaltante, agressor, estuprador e pedófilo e tornar nossa sociedade mais limpa e justa. E permitiria que batessem à vontade em filho de papai e pai de filho de papai até que eles tomassem vergonha na cara e desem educação aos seus filhos eles mesmos. ) .

Tudo o que está nos parenteses aqui é o efeito de uma sociedade corruptível, sem precendentes e sem justiça com a solução próxima de onde está o dinheiro, uma solução agradável a todos os homens ricos e filhos e mulheres e parentes desses homens.

Adoro a democracia, principalmente pelo fato de eu nunca me tornar conhecido até que meu nome chegue a público por algum assassinato de alguém importante ou por me tornar um ídolo muito famoso ou algum político corrupto. É assim que é o Brasil e assim que será até o povo todo em sua maioria e minoria tomar vergonha na cara e jogá-los da câmara pra fora e forma suas próprias leis. A anarquia não é a solução, mas é muito bem vinda.

__________________________________________________________________


Há um imenso borrão aqui. Eu escrevi dois parágrafos que apaguei imedatamente. Pelo motivo de ser algo extremamente perigoso. É algo referente aos meus anseios sexuais. E estes eu não revelo pra ninguém. Principalmente por causa da possibilidade da pessoa que está relacionada a estes anseios poder ler e nunca mais se dirigir a mim. Há momentos, muito momentos. Alguns momentos prefiro que não aconteçam e outros que tenham a possibilidade de acontecer. Mas isto eu prefiro que aconteça se estiver escrito que vai acontecer. O que é algo com o qual não vou brincar nunca mais.

E isto não um aviso somente pra mim. Ramos, nunca mexa com magia ou com tecnologia que tem a função de modificar passado ou futuro. Se eles estão do jeito que estão é por que deve ser assim. Se o fizer algo de ruim, muuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiito ruim, pode acontecer. E não há como reparar depois.
__________________________________________________________________

Até amanhã. Dias Ramos, te adoro. Eu sei que você está cansado de ouvir isso, mas você é o único que entende todas as minha loucuras e meus pensamentos.
Algum dia revelo todos os meus segredos pra você. Até lá tenho que me guardar e prestar atenção no que falo. Te adoro.


Dia 29/08/2010

Um comentário:

  1. Marivaldo, que contradição primeiro vc diz que desejaria criar um virus pra roubar a conta corrente das pessoas e depois diz que todo assaltante deveria carregar uma corrente no pescoço,e aí de que lado vc tá? Que sociedade limpa e justa vc deseja criar com esse tipo de atitude? Sabrina

    ResponderExcluir

Selecione outra página.
=>

Viaje pelas tags do blog: