quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Diário2 ─ capítulo 22

OFÍCIO DE SOLICITAÇÃO


Ofício n° 001/001
Senhor Dias Ramos
Meu diário
Blog pessoal

Eu, Marinaldo Barbosa, brasileiro, solteiro, estudante, inscrito no cpf sob o n° *********-**, residente e domiciliado à R. Guanabara, Bairro de Ilha Amarela, Salvador, Bahia, sirvo-me do presente para solicitar a Vossa excelência que perdoe o meu não comparecimento no dia de ontem (13/11/2010) para informar sobre os acontecimentos do meu dia por motivos justificáveis com a finalidade de podermos fazer as pazes e poder continuar nossa amizade, que se extende desde a sua criação.

Limitado ao exposto, fique com meus votos de estima e consideração.

Salvador, 14 de outubro de 2010.

______________________________________
Marinaldo Barbosa

____________________________________________________

Parte 02 ─ ainda de manhã


Senhor Ramos, não pude aparecer ontem por que estava fazendo o trabalho de biologia que era pra entregar até a meia. Não deu, por que minha irmã também tava aqui e fazendo o trabalho dela. O senhor me perdoa. Eu não pretendo abandonar o senhor até terminar o que comecei. Ou seja, acho que nunca vou terminar de escrever no senhor.

Pazes? Obrigado, senhor Ramos. Vou tentar não me ausentar de novo.

Meci beaucoup, monsieur, j'adore vous. A bientôt.



parte 03 ─ de noite


Senhor Ramos, estou neste momento participando de um seminário bem interessante. De letras. Tem hip hop, tem b-boys e b-girls, tem grafite. E tem alguas outras coisas. O que achei de interessante nisto? Ora, senhor Ramos, eu estou aqui, isto não conta como interessante?

Senhor Ramos, hoje eu li dois textos na aula de empreendedorismo em informática. Um era sobre um grupo de ovelhas alvo dos lobos. E o outro era o projeto de alguns estudantes da UFBa. O texto da ovelha é bem trágico. Uma delas tenta se virar contra o destino, mas acaba morta pelos lobos. Depois disto, elas se comovem e resolvem mudar seus destinos. No final, os lobos descobrem como conseguir pegar as ovelhas que se salvaram. É infantil, entretanto é bem esclarecedor. As ovelhas começaram a usar o que aprenderam (mesmo que aparentemente inútil) em prol das próprias ovelhas.

Mais interessante que isto é que hoje vou chegar mais tarde em casa por motivo próprio. Eu quero estar aqui hoje e vou ficar até o omento de voltar para casa. Senhor Ramos, talvez fosse melhor eu não ter te escrito ontem. Talvez tivesse sido mais fácil ter te escrito e depois te posto no seu lugar de direito, mas eu não pude.

J'aime vous comme l'un pére. A bientôt.

Parte 04 ─ ainda de noite


Hoje eu jantei no RU de novo. Só pra constar. Dessa vez peguei o pão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Selecione outra página.
=>

Viaje pelas tags do blog: