domingo, 8 de maio de 2011

Trabalho em equipe é para ser feito em equipe

Óbvio, não? Passei ontem, o dia quase inteiro pensando e fazendo um trabalho de alemão para apresentar amanhã. Sem contar o trabalho de Yoga, para não sei nem quando.

Alemão me faz rir. Me diverte. Adoro línguas que eu não sei o que significa. Me sinto menos necessário e mais interessado. Yoga me faz relaxar. Coisa que nada mais consegue fazer. Isto eu ainda não sei.

Que bom que reparou, raspei na semana passada. Zero de novo, claro. Se eu tivesse um cabelo bonito, ou bom...

Resolvi mudar o meu jeito de ser. Sabe, toda vez que eu descobria algo sobre mim eu mudava. É meio complicado explicar. Estou tentando mudar algo que me fazia mudar. Me fez lembrar uma piada. Nela uma mulher mudava toda vez que algo acontecia ou a fazia se lembrar que ela mudava. No final o terapeuta diz para ela mudar. No final ela muda de terapeuta.

Sei lá, talvez tornar meus hábitos mais complexos. Os que descubro. Talvez descomplicar outras. Ser mais transparente. Não, risca o último. Quero engordar, não sumir. Academia para que? Quero ser fofo, não sarado.

Independente disto... Como o senhor sabia que eu ia falar disto? Ai ki do ainda é um desejo forte. Mas no Japão. Lembra do meu desejo de sumir no mundo? Bom, eu resolvi começar pelo mais complicado. Não, não vai ser este ano. É uma pergunta que eu vou deixar para Mag responder.

A bientôt.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Selecione outra página.
=>

Viaje pelas tags do blog: