quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Tutorial - como aprender e ou melhorar algum outro idioma

Índice

Dica n° 1 - Comece a ler qualquer coisa na língua alvo

Dica n° 2 - Escolha temáticas das quais você não consiga parar de ler

Dica n° 3 - Tenha sempre algum tradutor, dicionário ou algo que te lembre do significado do seu lado

Dica n° 4 - "Não sei o que isto signfica!". Esqueça o significado palavra a palavra e veja o contexto.

Dica n° 5 - Muita informação no mesmo dia é demais. Repita todos os textos lidos até não haver dúvida da tradução e do contexto.

Dica n° 6 - Sim é frustrante. Mesmo assim persista na leitura.

Dica n° 7 - Comece agora. E faça todos os dias.

Dica n° 8 - Esquece o português. Foque no seu objetivo: Falar outra língua, use principalmente as pronúncias; Ler em outra língua, use principalmente os textos.

Dica n° 9 - Ninguém é perfeito. Quem define o quanto aprender e em quanto tempo aprender é você. Não se aprende a língua inteira do dia pra noite. Leva tempo. A depender da pessoa: muitíssimo tempo ou pouco tempo.

Dica n° 10 - você ainda tá aí? Mova-se, pesquise na internet, procure nas bancas, vá nas livrarias... O que achar melhor. Pois ficar parado não vai melhorar sua leitura e muito menos sua própria língua.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Introdução

Ainda precisa de texto? Sim. Mas quem define qual o tipo, o nível e a velocidade é você.
Eu só comecei diretamente com as dicas por que sempre achei insuportável ter que ler vários paragrafos enormes que diziam pouca coisa e só depois de minutos (que sempre pareciam horas devido à minha ansiedade em saber) conseguia saber exatamente o que era dica a dica. Agora prepare-se para saber o que precisa saber (se é que ainda precisa de alguma descrição para as dicas acima).

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 1 - Comece a ler qualquer coisa na língua alvo

Como se aprende uma coisa nova sem usar? Pra que aprender se nunca vai usar? Perguntava isto todos os dias em que ía assistir aula de geografia e de história. A resposta é: Pra que você esqueça com a mesma facilidade que você aprende. Brincadeira. Ainda não sei a resposta para nenhuma destas perguntas.
Embora isto não seja interessante ao que você deseja saber.

Começando. O melhor de todos os modos para aprender alguma coisa é praticá-la. Aprendi isto com minha professora de cálculo a na UFBa. Se você não pratica você aprende apenas a teoria. A teoria em geral só serve para dar conselhos. Coisas como inglês, francês, matemática, alemão, chinês e sexo (mesmo que inúteis) só são interessantes quando usados na prática. Pense nisso anes de jogar um texto chato em alguma língua desconhecida fora.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 2 - Escolha temáticas das quais você não consiga parar de ler

Eu adoro ler. Mas sou muito preguiçoso para ler em inglês, finjo que leio em francês e entendo espanhol parcialmente. O que não posso dizer do alemão, que ainda estou aprendendo.
Como eu consegui dribrar minha preguiça? Eu comecei a ler contos eróticos em alemão e traduzir para o inglês. Isto me faz querer ler até o fim. Se eu não entender a maior parte que está em alemão, a tradução em inglês facilita a desenrolar os significados.

Use isto como exemplo. Escolha um assunto de seu pleno interesse (tais como jogos, tecnologia, reportagens) e siga seu pocesso de leitura.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 3 - Tenha sempre algum tradutor, dicionário ou algo que te lembre do significado do seu lado

Tentar entender o que está escrito, mesmo na própria língua é uma coisa muito complicada. Traduzir português pra português é uma das piores coisas a se fazer por causa do imenso e inócuo vocabulário brasileiro que ultrapassa os limites do deixa pra lá.

Sugiro que crie um vocabulário interno. Pois cada palavra que você internaliza, é uma palavra a menos para tentar decifrar. Quanto menos palavra a decifrar, menos trabalho, mais fácil e mais rápida fica a leitura, e a tradução.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 4 - "Não sei o que isto signfica!". Esqueça o significado palavra a palavra e veja o contexto.

A dica anterior vale justamente para isto. Chega sempre um momento da vida de todo mundo que a gente se aproxima de uma palavra difícil, que a gente insiste em traduzir e no final não tem nada a ver com o que está descrito antes. Minha experiência em leitura sempre me mostrou que cada palavra é única, e pode significar qualquer coisa no meio de outras palavras.

Por exemplo. O que siginifica pau? Não, não é uma parte do corpo. Mas pode significar. Veja como:
1. Peguei o pau e o joguei numa direção qualquer. -> Neste contexto é um pedaço vegetal seco advindo de alguma árvore pelo caminho, e que poderia ser usado como arma.

2. Diante de mim, Rafael pegara no pau para mostrar-me o quanto estava afim. -> sentido sexual.

3. Segurei o primeiro objeto que poderia ser usado como arma. O pau serviria perfeitamente ao meu propósito. Então fui à guerra. -> Outro sentido, semelhante ao primeiro.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 5 - Muita informação no mesmo dia é demais. Repita todos os textos lidos até não haver dúvida da tradução e do contexto.

Não leia tudo de vez. Vá aos poucos. Um texto leve hoje, uma música amanhã, um conto de fadas depois... E assim por diante. Ler muita coisa no mesmo dia não vai ajudar a melhorar a leitura e muito menos o vocabulário.
A agilidade na leitura será conseguida com o tempo. E vocabulário se adquire com experiência.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 6 - Sim é frustrante. Mesmo assim persista na leitura.

Em muitos momentos você não saberá para onde ir, ou como passar de algumas palavrinhas específicas que parecem ser algo muito importante. Se algumas palavras do texto não te disserem nada continue a frase. Se ainda não entendeu, termine o parágrafo. Ainda não? Retorne para a palavra e tente traduzí-la sozinha.
Se nenhum destes esquemas funcionar, então continue o próximo parágrafo e termine o texto.
Sim, você vai perder a informação daquela palavra. Entretanto você terá a uma boa parte da informação contida no texto.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 7 - Comece agora. E faça todos os dias.

Comece agora. Arrume algum tempo para ler algum texto pequeno de seu interesse. Aperfeiçoamento exige esforço. Não digo disciplina, por que eu mesmo nunca o tive. A paciência é uma boa companheira... pra quem a tem.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 8 - Esquece o português. Foque no seu objetivo: Falar outra língua, use principalmente as pronúncias; Ler em outra língua, use principalmente os textos.

Tenha um objetivo em vista. Eu quero ficar lindo. O que faço para isto? Me arrumo, me limpo, procuro me vestir do jeito que me sinto maravilhoso, passo um pouco de perfume (o suficiente para que quem me abrace sinta meu perfume, e o necessário para que não fique um cheiro insuportável de perfume) e então finalizo me sentindo bonito.
Com o idioma não é diferente. Qual idioma você gosta? Você não gosta da língua que tem que aprender? Como se sente bem falando outra língua? Por que você deseja aprender a língua?

Eu detesto o inglês. Mas estou aprendendo o alemão e usando o inglês como base. Adoro o Francês, não gosto do espanhol. Mas o francês e o espanhol tem muitas coisas interessantes que são usadas de alguma forma no alemão. Não o alemão não é um derivado destas línguas. Entretanto posso usá-las como referência. Ainda me lembro perfeitamente do verbo to be. E ainda não gosto do inglês. O que fazer?
Criar um vínculo. Como os animais de estimação. Um gato é um animal independente, mas quando você se aproxima e permite que ele se aproxime de você... Um vez vinculado ele sempre retorna.

Assim, aos poucos. Vai tentando. Vai usando. E no final vai aprendendo algumas coisas até conseguir se afeiçoar a língua. Se isto não funcionar, é melhor desistir.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 9 - Ninguém é perfeito. Quem define o quanto aprender e em quanto tempo aprender é você. Não se aprende a língua inteira do dia pra noite. Leva tempo. A depender da pessoa: muitíssimo tempo ou pouco tempo.

Ninguém consegue forçar ninguém a aprender nada. Tiro isso por experiência própria. Mas você pode semear um pouco de conhecimento. Pouco a pouco. Como no ditado "de grão em grão a galinha enche o papo". Forçar alguém a aprender alguma coisa vai transformar o conhecimento desta alguma coisa em algo potencialmente desaprendível.

Se for para aprender que seja da forma, velocidade e esquema que a pessoa, que está aprendendo, consegue aprender. E tem que ser do gosto e da vontade da mesma. Esta regra funciona para qualquer outra coisa, como português, matemática, geometria analítica...

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dica n° 10 - você ainda tá aí? Mova-se, pesquise na internet, procure nas bancas, vá nas livrarias... O que achar melhor. Pois ficar parado não vai melhorar sua leitura e muito menos sua própria língua.

Sugiro alguns sites para o aprendizado de lńguas:

O primeiro é um site de tradução ainda em desenvolvimento, pois não está 100% perfeito. O outro é um diionário de línguas, que você pode traduzir de qualquer língua para qualquer língua. Ambos podem ser usados principalmente por iniciantes. Já o último link tem muitos "cursos" interessantes, de programação à idiomas como alemão, francês, japonês... Em desenvolvimento, mas tem muitos artigos interessantes que explicam e até ensinam coisas interessantes.

Viel Glück!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Selecione outra página.
=>

Viaje pelas tags do blog: