sábado, 12 de fevereiro de 2011

Site novo

http://www.xpango.com?ref=92439368

Parece funcionar. Vou testar e ver se ganho alguma coisa ou se é o mesmo que acontece nos outros. Já cansei de entrar em sites, tentar a sorte e nada. É, senhor Ramos, eu realmente deveria criar meu próprio website com meu próprio sistema. O meu problema são as perguntas.

Vou listar algumas:
  • Com que dinheiro vou começar meu negócio?
  • Que tipo de empreendimento vou fazer?
  • Vou conseguir mantê-lo vivo por tempo suficiente para garantir minha subsistência?
  • Como vou manter o serviço ou os produtos com que estou trabalhando?
  • O que devo saber antes de abrir minha empresa on-line?
Entre outras perguntas. O senhor está certo, mas eu não consigo (que é a palavra mais correta) ter confiança neste tipo de coisa. Quero sumir no mundo e aprender no país em que paro a língua do próximo país a ir. Isto exige tempo e dinheiro.E uma confiança que eu não tenho. Acredite ou não, ainda penso em largar tudo o que acho que tenho e sair pelo mundo como um mendigo.

Não é só por que não tenho mais nada a perder. Alguma coisa ainda tenho. Tá, não tenho filhos, estou próximo de ser expulso de casa, não consigo emprego, sou inexperiente, sou virgem, sou livre (em termos). O que tenho a perder? Se nada tenho, tenho nada para perder.

Senhor Ramos, não consegui nada de valor em toda minha vida, que já tem 21 anos de idade. Por que ainda insiste em dizer que tenho alguma coisa para me manter aqui?

Não insiste. A morte me chama já tem algum tempo. Não estava falando sobre isso mesmo não, mas um assunto me leva a lembrar do outro. Como não, quantas vezes desejei morrer e ainda assim resolvi ficar e tentar de novo? E de novo? Várias. Já era para eu ter morrido de vez e terminado completamente com isto. Teria sido bem mais reconfortante do que ver minha vida fracassar no próprio suor. Fracasso pode ser muitas coisas, senhor Ramos. Uma delas é a falta de oportunidade tão esperada. A outra é a perda da mesma oportunidade.

Sim, e quantas pessoas já perderam a vida e, mais que isso, os bens de valor sentimental? Perdi muitas coisas de valor sentimental. Ou melhor, nunca tive. Sabe quantas vezes desejei ter um console de playtation 2? Ou o console PSP? Ou mesmo algo não tão interessante comercialmente, xbox 360? Desejei muita coisa que nunca pude ter e ainda assim quero. Pretendo também trucidar o meu pai, mas isto é outra história.

Por hoje chega. A bientôt.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Selecione outra página.
=>

Viaje pelas tags do blog: